Alimente sua alma. Inspire Sonhos!
Telefone

De pernas pro ar – A escola do mundo ao avesso – Eduardo Galeano

R$18,00

“Há cento e trinta anos, depois de visitar o País das Maravilhas, Alice entrou num espelho para descobrir o mundo ao avesso. Se Alice renascesse em nossos dias, não precisaria atravessar nenhum espelho: bastaria que chegasse à janela.”

Seminovo, páginas amareladas e algumas grifadas. Mas em ótimo estado de conservação. 

Fora de estoque

Descrição

de-pernas-pro-ar-a-escola-do-mundo-ao-avesso

Seminovo, páginas amareladas e algumas grifadas. Mas em ótimo estado de conservação. 

Existem leituras que nos trazem certezas que nos servem para uma vida inteira, ou quase inteira, este é pra mim um destes livros e o rever foi voltar a minha adolescência.

Lembro bem de quando fui apresentado a este livro e autor. Meu professor de geografia do segundo ano do ensino médio (caramba, 14 anos atrás) me disse que tinha chegado um livro novo na biblioteca que eu iria gostar muito, gostei tanto que eu li, reli e não conseguia me separar dele e nem devolver para a biblioteca. Eu o queria ler de novo e de novo, pesquisar sobre os temas e questões que o mesmo levantava, mas eu tive que o devolver. O professor marcou um trabalho de escola com ele e o resto da turma precisava ler.

A proposta do livro é bem interessante, parte da premissa de que se Alice (personagem de Alice no país das maravilhas e Alice através do espelho, ambos de Lewis Carroll) renascesse em nossos dias, não precisaria atravessar nenhum espelho mágico, bastava chegar a janela. O mundo já está as avessas.

Com tradução de Sergio Faraco e fantásticas e macabras gravuras do mexicano José Guadalupe Posada (1852-1913), De pernas pro ar traz um apanhado de fatos, eventos históricos e jornalísticos que comprovam a inversão do mundo. Na escola do mundo ao avesso os alunos frequentam cursos básicos de injustiça, de racismo e machismo, assistem a cátedras sobre medo, seminários de ética, aulas de impunidade, todas elaboradas através da pedagogia da solidão. Tão verdadeiro e quanto cruel, De pernas pro ar permanece como um dossiê da dura, estranha e injusta realidade na qual todos vivemos.

Apenas um trechinho pra ficar mais claro: “O mundo ao avesso gratifica o avesso: despreza a honestidade, castiga o trabalho, recompensa a falta de escrúpulos e alimenta o canibalismo. Seus mestres caluniam a natureza: a injustiça, dizem, é lei natural”.

Mesmo sendo de 1999, não deixa de ser atual, pois expõe a realidade da sociedade de consumo, ou seja, nossa realidade. O mais legal é a forma que este desfile de verdades é feitos; com uma ironia extrema, mas uma ironia hipnótica, que te prende ao livro entre a proposta de uma escola séria que explica detalhadamente sua didática e histórias reais e chocantes.

Esta brincadeira feita por Galeano me fez agora, relendo o livro, pensar sobre até onde nossa educação, a “pedagogia da meritocracia” que forma resultados e números e não pessoas, está próxima desta “proposta de ensino” que o autor nos traz. Será que de 1999, data do livro, pra 2013, quase 2014, chegamos, pelo menos em terras brasileiras, a concretização do mundo ao avesso? Meu lado otimista tenta crer que não, mas, como nos disse Edgar Morin, estamos “Rumo ao abismo”. Vale ressaltar também o quão bem bibliografado é o livro, os dados encontrados não no texto não saíram do nada, então se achar que algo deve estar errado, não se preocupe, no fim de cada capítulo há uma bibliografia detalhada.

Por mais que o autor, jornalista uruguaio, famoso pelo livro Veias abertas da América Latina, (onde analisa a História da América Latina como um todo, desde o período colonial até a contemporaneidade, argumentando contra o que considera exploração econômica e política do povo latino-americano primeiro pela Europa e depois pelos Estados Unidos) um texto um pouco mais acadêmico, aqui, em De pernas pro ar, a linguagem é acessível a todos. Tornando assim (na minha opinião claro), livro obrigatório pra toda América Latina, desde o Phd até uma pessoa humilde e de pouco estudo dos rincões dos países latinos De pernas pro ar – A escola do mundo ao avesso pode ser lido de forma seqüencial, mas também podemos simplesmente abrir em qualquer página e degustar de modo randômico, podemos ler ao avesso sem que isso deponha contra a integridade do livro. Porém atenção, este é um livro capaz de transformações, leia de olhos e coração abertos.

Boa leitura a todos!

Fonte: O poderoso resumão

 

Informação adicional

Peso 0.100 kg
Dimensões 1 x 17.00 x 23.00 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “De pernas pro ar – A escola do mundo ao avesso – Eduardo Galeano”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *