Alimente sua alma. Inspire Sonhos!
Telefone
The Spinning of the World de Eric Taylor Escudero é revisitada por Bruno Zibordi

Por Eric Taylor Escudero

Lancei meu álbum de estreia no final de 2015, chamado We Were Young and It Was Morning, uma coleção de canções que falam sobre a vida em São Paulo e a passagem do tempo. Comemorando dois anos do lançamento deste trabalho, convidei amigos de diferentes partes do mundo para gravarem suas próprias versões das canções do álbum. The Spinning of the World é a segunda canção lançada desse projeto, chamado We Were Young and It Was Morning – Revisited.

Bruno Zibordi é um talentoso produtor, arranjador e compositor com quem tive o prazer de trabalhar em dois dos meus EPs: Northern Lights or Summer Skies e Big City Lights. Além disso, o Bruno fez parte da banda que me acompanhava entre os anos de 2010 e 2012. O mais recente trabalho de Bruno trata-se de um impressionante projeto de música eletrônica chamado ErrorSynth, cujo EP Struck by Lightning foi lançado em 2016, elogiado pela mídia nacional e americana, entre eles o site 5 Magazine que definiu o EP como um “emaranhado sinuoso de belíssimas músicas”.

Segue abaixo o depoimento de Bruno Zibordi sobre o processo de produção dessa nova versão de The Spinning of the World.

Bruno Zibordi (Crédito: Guilherme Prado)

“Quando o Eric me convidou para revisitar uma das músicas do disco, pensei quase que automaticamente em Spinning. É uma música bastante marcada pelo ritmo acelerado e por uma letra fantástica, que traz uma mensagem sobre a passagem do tempo e nosso desenvolvimento pessoal. Quis imaginar como essa mensagem funcionaria se eu reduzisse consideravelmente o tempo da música e enxugasse o arranjo trazendo muito mais silêncio do que a velocidade original permite, dando assim mais destaque para a letra. Quando mostrei pra ele avisei que seria BEM diferente da versão original e ele gostou da minha interpretação.

Gosto muito do conceito de revisitar uma canção em uma versão nova, o que pra mim é algo totalmente diferente de fazer um cover, pois você tem a oportunidade de dizer através da música o que a canção original significa pra você, além de entregar ao público mais um ponto de vista sobre a obra”.

Baixe a nova versão de The Spinning of the World:

Versão original:

Crédito para imagem de destaque: Thiago Dalleck

Adicionar Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *